Blitz News
Notícias
Saúde
Gravidez psicológica canina: O que é e como lidar

Gravidez psicológica canina: O que é e como lidar

Data: 11/06/2018

A gravidez psicológica canina é mais comum do que se imagina. E é preciso tomar vários cuidados para trata-la e cuidar também para evitar. Afinal é um transtorno não apenas para o tutor, mas principalmente para a cadelinha.

Nesse artigo você aprende sobre a gravidez psicológica canina e passa a entender todas as situações. É importante descobrir como lidar bem com as cadelas nessas situações e como evitar esse problema que pode fazer mal a elas.

Muita gente acredita que seja uma doença. Porém gravidez psicológica é um distúrbio hormonal, e esse transtorno causa sintomas de gravidez quando não há filhotes. Mas a cadela se sente como se estivesse grávida.

A gravidez psicológica também acontece em humanas e nesse caso se explica como um fator emocional entre mulheres que desejam muito engravidar ou que tem medo de engravidar. Nas cadelas, no entanto, especialistas acreditam que seja como um fator da natureza para que outras fêmeas possam cuidar de filhotes que perderam a mãe.

É preciso estar atento para as combinações de sinais. Não é por que a barriga aumentou e nada mais que a resposta seja uma gravidez psicológica canina. Sinais isolados podem indicar outras coisas. Fique atento.

Se sua cadela começou a apresentar sintomas de gravidez psicológica, é necessário leva-la ao veterinário. Ele poderá dizer quais serão os tratamentos para o caso da sua peluda. Muita gente recomenda retirada dos objetos que ela vê como filhotes. Mas isso pode aumentar a ansiedade e tristeza da cadela.

Evite retirar os objetos e cuidado para ela não se sentir ameaçada e ficar agressiva. Uma boa forma de ajudar o corpo a se regular é aumentando os exercícios e para ela se sentir segura perto de você, ofereça petiscos e não ameace retirar os objetos que ela está protegendo.

Dependendo do nível e do tempo que esses sinais se prolongam, o veterinário pode fazer uso de medicamentos. É extremamente importante seguir corretamente as orientações do especialista.

A única forma de prevenção é a castração, não tem como afirmar que uma cadela castrada não terá gravidez psicológica canina. Isso pode sim acontecer, mas como são os hormônios que causam esse transtorno, a castração é a melhor chance de evitar que a cadela apresente os sinais de gravidez psicológica e venha a sofrer com isso.

Como foi dito, são os hormônios que causam essa confusão e não existem grandes prevenções. Mas unir a castração a prática regular de exercícios e boa alimentação do seu cãozinho pode aumentar as chances de evitar que sua cadelinha desenvolva esse transtorno.

Publicidade