Blitz News
Notícias
Coluna
#Politica - Como funcionam os poderes

#Politica - Como funcionam os poderes

Autor: Natalia Urbieta Data: 06/05/2015

Qual a função de um Presidente da República?

Qual o papel do Governador, deputados estaduais e federais?

Estas são perguntas recorrentes, então para iniciar esta área do BlitzNews vamos falar das funções de  cada um deles.

O Brasil é divido em três poderes: o executivo, legislativo e judiciário. O executivo é constituído pelo Presidente ministros e secretários que governam e administram os interesses da população. O Presidente que tem como função sancionar ou vetar leis é responsável por criar programas prioritários, responsável pela condução econômica e política, definir e comandar a política exterior, nomeações de ministros além de criar ou extinguir ministérios, criar ou abolir cargos públicos, tem como função também manter relações diplomáticas com outras nações.

O legislativo tem como função elaborar leis que regulam o Estado e fiscalizar atos do Poder Executivo. O legislativo é composto pelos vereadores, deputados e senadores. Os deputados federais têm a função de representar a população em âmbito nacional e fiscalizar a ação do Presidente. Criam leis que irá ser sancionadas ou não pela Presidente, discutem de como será aplicados recursos do governo. Senadores também têm a função de discutir a aprovação de leis de interesse nacional, além de fiscalizar a Presidente.

Governador, é o poder executivo na esfera Estadual, é o responsável por administrar o Estado, e representá-lo nas relações jurídicas, políticas e administrativas defendendo seus interesses junto à união. É o responsável por buscar investimentos e obras federais para o Estado. Veta ou sanciona projetos aprovados pelos deputados estaduais. Além de nomeações como quem irá comandar a Policia Militar e os magistrados. Os deputados estaduais são os responsáveis por decidir obras, programas e projetos estaduais, cabe a eles elaborar, votar e revogar leis, além de fiscalizar as contas do governo estadual, criar Comissões para investigar supostos delitos, decidir sobre tributos, e a própria remuneração, com a função também de interceder perante o Governador para conseguir verbas para os municípios.

 

Natalia Urbieta

 Cientista Social;

 Especialista em Gestão Pública.

Publicidade